‘A Sagrada Ordem dos Ers’ By Eduardo Silva

“Quando você faz parte da Ordem dos Ers sabe exatamente que regras devem ser seguidas, ou arcar com as consequências da desobediência, descobri isso no primeiro dia após chegar ao santuário.”

Dez anos haviam se passado desde que as bombas explodiram e devastaram praticamente tudo. Lótus era a I-ma da Ordem, uma espécie de mãe. Tinha nascido e sido criada naquelas colinas antes mesmo de toda aquela loucura acontecer. Quando Nova Iguaçu fora atingida pelas nuvens tóxicas com chuvas carregadas de doenças, milhares de vidas em pouco tempo foram dizimadas. Ficamos sem energia elétrica e internet, e sem saber a real extensão de tudo aquilo. Anos se passaram até que conseguissem plantar alguma coisa que vingasse no solo doente. Com o tempo, a pequena vila teve de ser cercada por muros, e acabou sendo guarnecida pelos mesmos mercenários que antes subiam a serra nas madrugadas para nos roubar. Lótus os transformou nos erãs de Hamate.

Um segredo guardado a sete chaves. Uma mulher disposta a tudo para sobreviver em um novo mundo. Uma sociedade aparentemente perfeita, até dois adolescentes descobrem um segredo mortal que coloca suas vidas em risco.

Vote for this Short Story

  • *One Vote per person - duplicate and suspect votes will be deleted
  • A vote is a no-obligation authorization for SOOP to contact you in the future about the progress of this literary work.

Voting Status

Countdown to 500

336

votes remaining

  • 25 Votes – Qualified for Contest / Manuscript Review
  • 200 Votes – Eligibility for a reader newsletter feature
  • 500 Votes – Eligibility for a double royalty

*More than 25 votes are not needed, but are encouraged, and will earn you additional benefits

MENU

Something or Other Publishing, LLC